terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Iniciativa de Reis







        O Boi de Reis, com uma lenda mesclando uma cultura portuguesa e africana, tem uma tradição muito forte de sua música e dança em nosso folclore brasileiro. Utilizando-se de uma música com um ritmo bem dançante, acompanha uma mistura de zabumba, rabeca e triangulo, vem sendo conservada por algumas pessoas de geração em geração. Um bom exemplo é a história de Dona Iza, que tendo conhecido a dança pelo seu marido Manuel Lopes Galvão (o mestre Manoel Marinheiro, como era conhecido), continua compartilhando essa cultura para todos.
        Manoel Marinheiro recebeu a tradição dessa dança popular através de seu pai, e assim, sempre tentou continuar com essa cultura. Casou-se com a Dona Iza no Rio de Janeiro, e veio para o Rio Grande do Norte logo depois. Com ela, formou uma casa popular para propagar essa tradição, e até hoje essa casa tenta passar para a comunidade de Felipe Camarão toda a história da dança. Morreu em 2001, mas Dona Isa manteve firme seu legado.
        Com a falta de políticas públicas efetivas que garantam a continuidade dessa tradição do bairro de Felipe Camarão, o Boi de Reis permanece vivo graças a algumas iniciativas populares. Projetos como o Conexão Felipe Camarão também tentam não deixar essa tradição morrer.
        Por causa dos personagens e as letras das canções terem um cunho religioso, se baseando principalmente nos 3 reis magos, a dança tem relação com o Dia de Reis (06 de janeiro, feriado em Natal). E por isso, o Levante Popular da Juventude, chegou junto a essas iniciativas para tentar reviver a tradicional festa do Bairro que não ocorre mais.
        Com muita música, história, felicidade e memória o Levante Popular da Juventude participou junto com os jovens do bairro de um festejo em saudade ao Mestre Manuel Marinheiro, uma singela homenagem a nossa cultura popular ouvindo os causos de Dona Iza sobre a Dança do Boi de Reis, que costurando, dançando e ensinando demonstra que as palavras do Mestre estavam corretas: “o artista não morre, se muda”.

BOI DE REIS,PASTORIL E MUITO MAIS

O boi, a Burrinha e o Jaraguar
Fazem um bonito trio
Na dança vão brilhar,
Não há calor ou frio
Que os impeçam de bailar.

O Boi é majestade,
A Burrinha come milho,
O jaraguar não é de verdade,
Esse bicho é bonito!

E se Catirina duvidar
O Birico corre atrás dela
Fazendo-a acreditar
Que essa história não é lenda.

Venha logo para essa ciranda
O palhaço vai te buscar,
Venha logo pra essa dança
A Diana quer brincar!

MARA FARIAS